biosphera21

               voltar ao início

na natureza e no tempo (no mundo)
paisagens partilhadas+ensino
estudos das Escrituras
labirintos da alma
na espiral
sobre







Instituto da Paisagem


retornar ao menu dos cursos




CURSOS E OFICINAS


ações e projetos educativos
PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIOAMBIENTAL

CURSO A ARTE DE CONSTRUIR TERRITÓRIOS EDUCATIVOS. O TERRITÓRIO DE INTERESSE DA CULTURA E DA PAISAGEM JARAGUÁ PERUS ANHANGUERA (TICP JPA).


31 de maio, 02, 07, 09 e 14 de junho, das 19:00 às 22:00 hs
Investimento: R$ 360,00 em até 12 vezes de R$ 37,23 | inscrições até 28/05/2021
Inscrições na plataforma Sympla: https://cutt.ly/JbDbzi7

Organização: Comunidade Cultural Quilombaque + Agência Queixadas + Instituto da Paisagem.

Mínimo 15 alunos, máximo 30 alunos inscritos + 20 bolsas para moradores da quebrada a convire dos organizadores.
O curso será realizado integralmente em sala virtual.
Inclui aulas expositivas e uma oficina a partir desses conteúdos expostos e do que trazem os alunos participantes do curso.

31/05 Aula 1 - Chegança - boas vindas - / Apresentação do curso / O conceito e fundamentos do TICP / Nossa Metodologia: Sevirologia.
02/06 Aula 2 – A estrutura ambiental urbana e suas dinâmicas ecológicas e sociais na concepção do TICP. Introdução à Ecologia da Paisagem. Oficina de Criação.
07/06 Aula 3 – Estrutura e dinâmica ambiental, social e urbana no TICP JPA, impactos socioambientais no território e seus valores. Oficina de Criação.
09/06 Aula 4 – O Território vivido, história, memória, cultura periférica e geração de renda, o Museu Territorial Tekoa Japo’i. Oficina de Criação.
14/06 Aula 5 – Atividade de encerramento.

Docentes:

Euler Sandeville Jr:
Coordenador do Instituto da Paisagem / Projeto Biosphera21
Professor Livre Docente Sênior da graduação e pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP.

Cleiton Ferreira:
Especialista em Gestão Cultural pelo CPF Sesc, Co-fundador e Coordenador da Comunidade Cultural Quilombaque e da Queixada Agência de Desenvolvimento Eco Cultural Turístico - Museu Tekoa Jopo'i

Almir Moreira:
Geógrafo pelo IFSP, atua como professor e educador popular. Consultor em Cartografia Social e Mapeamento Colaborativo. Educação para as Relações Étnico-Raciais. Gestão de Conhecimento e Desenvolvimento Humano.

Camila Cardoso:
Foi gestora de Políticas Públicas para Juventude na Prefeitura de Rio Claro de 2012 a 2016. É palhaça, produtora cultural, arte educadora e jongueira. Gestora na Comunidade Cultural Quilombaque, coordenadora da Agência Queixadas de desenvolvimento Eco Cultural Turístico e do Museu de Interesse da Cultura e da Paisagem Tekoa Jopo'i.

O curso apresenta a construção coletiva e os fundamentos dos projetos no Território de Interesse da Cultura e da Paisagem (TICP) Jaraguá Perus Anhanguera.
• desenvolvendo a fundamentação social, cultural, política e ecológica dos Territórios de Interesse da Cultura e da Paisagem (TICP) para a cidade de São Paulo.
• introduzindo princípios ecológicos para planejamento da paisagem e uma economia sustentável
• colocando em discussão a pressão das dinâmicas urbanas em curso no território Jaraguá Perus Anhanguera e o impacto social e ambiental na região de grandes investimentos públicos e privados
• apresentando os valores regionais e locais defendidos no território, como a conservação na natureza, a Fábrica de Cimento Perus e o Movimento Queixada, a Estrada de Ferro Perus Pirapora e as estações tombadas da antiga São Paulo Jundiaí. a Terra Indígena do Jaraguá, o patrimônio arqueológico das cavas de extração de outro que remontam ao século XVI, a casa bandeirista no Jaraguá, e outros bens tombados e de valor afetivo
• pensando o papel da memória na construção desse território e projetos que são desenvolvidos integrando essa memória na história da região e das dinâmicas socioambientais em curso
• pensando o papel das unidades de conservação e a conectividade ecológica proposta para o TICP, além de programas comunitários de geração de renda e ações educativas.








Aprender entre outros, uns com os outros, para gerar ideias de ações melhores para o Século 21.



Animação de Euler Sandeville, provável 2001


O mundo que ajudarmos a construir, sabendo disso ou não, é aquele em que viveremos.
O mundo não será diferente das atitudes que tomamos.





^ retornar ao início da página


espiral da sensibilidade e do conhecimento
uma proposta de Euler Sandeville Jr.







contato ↑
licença ↑







Folha, detalhe. Foto de Euler Sandeville, 2009.