biosphera21

               voltar ao início

na natureza e no tempo (no mundo)
paisagens partilhadas+ensino
estudos das Escrituras
labirintos da alma
na espiral
sobre







Instituto da Paisagem


retornar ao menu da seção




COVID-19
estudos da dispersão territorial e boletins de evolução da pandemia


Boletim Covid-19: Estado de São Paulo, relatório mensal, fevereiro 2020 a fevereiro 2021


Euler Sandeville e Bruna Palma
Instituto da Paisagem
04 de março de 2021


230 pessoas esperando por UTI em hospitais públicos na cidade de São Paulo (04/03)
220 pessoas esperando por vaga em hospitais públicos na cidade de São Paulo (04/03)
Média móvel de mortos por dia nessa data aponta para 1.813 mortes em uma semana no Estado

No mês de fevereiro, o número de óbitos por COVID-19 permaneceram elevados no Estado de São Paulo: temos uma média de 1.577,5 óbitos por semana desde o começo desse ano.

O número de casos, por sua vez, já supera o ano passado. Nos meses de pico do ano passado, entre julho e agosto, foram registrados 522.962 casos. Entre janeiro e fevereiro desse ano, já foram notificados 579.331 casos.

O maior número de casos sobrecarrega as UTIs, também com número muito maior de pessoas entre 30 e 50 anos do que antes. O sistema de saúde não consegue absorver a alta demanda por leitos, mantendo o número de óbitos elevado e já apontando em alguns municípios para a situação crítica de outros locais do país.

entenda a razão dessa condição atual no Estado

Há sem dúvida um fator nacional de de incapacidade de gestão federal, veja aqui. Mas há também fatores das opções de gestão no Estado e do comportamento da população.

A gestão da pandemia por parte do governo estadual tem se dado pela avaliação na sobrecarga do sistema de saúde, e não pela quantidade de mortos ou de novos casos. Essa desconsideração básica fez com que o sistema passasse a ficar em alerta somente ao final de fevereiro, quando tanto o número de casos quanto o número de óbitos aumentavam previsivelmente desde dezembro, como pode ser observado nos gráficos.

Somente nas últimas 24h, foi registrado o maior número de mortes por COVID-19 desde o início da pandemia, com 468 mortos em um dia. Com a projeção a partir dessa média móvel, ao final dessa semana teríamos 1.813 mortes, que poderiam ter sido evitadas caso a gestão da pandemia não esperasse o sistema de saúde estar sobrecarregado para acionar medidas de distanciamento social.

veja a evolução de mortos e novos casos por mês desde o início da pandemia



veja a evolução de mortos e novos casos por semana desde o início de novembro





Links com dados sobre a pandemia:

https://www.seade.gov.br/coronavirus/ ↑













Aprender entre outros, uns com os outros, para gerar ideias de ações melhores para o Século 21.



Animação de Euler Sandeville, provável 2001


O mundo que ajudarmos a construir, sabendo disso ou não, é aquele em que viveremos.
O mundo não será diferente das atitudes que tomamos.





^ retornar ao início da página


espiral da sensibilidade e do conhecimento
uma proposta de Euler Sandeville Jr.







contato ↑
licença ↑