φύσις κόσμος αίων κρόνος καιρός

biosphera21

               voltar ao início

projetos+processos colaborativos+ensino
na natureza e no tempo (no mundo)
estudos das Escrituras
labirintos da alma
na espiral
sobre








   
a natureza e o tempo (o mundo)

apresentação, conceitos e métodos
conceituação
cronos
geo
estrutura do projeto

projetos, ensino e oficinas
fale conosco ↑


sobre a antiguidade dos mundos
a aurora na neblina
3500 a.C. a 64 a.C.
0063 a.C. a 1054 d.C.
mundus novus (c. 1054 a 1750/1774)


sobre a brevidade do presente
mundos modernos (c.1750 A 1945)
depois de 1945


natureza e cultura no Brasil
mundus novus (c. 1054 a 1750/1774)
mundos modernos (c.1750 A 1945)
depois de 1945
temas transversais



Pinturas rupestres, Fabião I,
Foto de Euler Sandeville Jr., 2000.




A NATUREZA E O TEMPO (O MUNDO): POÉTICAS E REPRESENTAÇÕES
SEGUNDA PARTE: SOBRE A LONGA ANTIGUIDADE DOS MUNDOS
1. A AURORA NA NEBLINA (os relatos das origens, até o neolítico)

por Euler Sandeville Jr.


Nossa Terra Incógnita: amnésia e imaginação: hic sunt dracones [1]

Os ruídos do silêncio…


ARTIGOS


APRESENTAÇÃO DA SEÇÃO A AURORA NA NEBLINA. Euler Sandeville Jr. Ensaio de abertura da seção, retomando algumas descobertas da arte rupestre e nosso modo devassar um passado hoje silencioso.


O BISÃO NA CAVERNA (ARTEFATOS E ARTIFÍCIOS). Euler Sandeville Jr. Ensaio problematizado narrativas das origens e a tensão entre criação e evolucionismo.


ENXERGAR O FUNDO DO LAGO PARA VER DURANTE A TEMPESTADE (sobre criacionismo e evolucionismo, disputas sobre as origens e o presente). Euler Sandeville Jr. Página sobre criacionismo e evolucionismo, disputas sobre as origens e o presente.


RELATOS DAS ORIGENS

Transcrições e traduções de documentos

epopéia de Atrahasis (c. 1600 a. C.) (completo) ↑

Enuma Elish (I milênio a.C.) (completo) ↑

Enuma Elish (I milênio a.C.) (espanhol) ↑

בְּרֵאשִׁ֖ית, (“no começo”; Gênesis) (completo) ↑

os trabalhos e os dias, Hesíodo (750-650 a.C.) (completo)↑


Sintamo-nos convidados a adentrar nesta seção a longa antiguidade dos mundos:


“Pesquisadores da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, descreveram uma nova espécie de planta graças à descoberta de flores fossilizadas dentro de pedaços de âmbar que têm pelo menos 15 milhões de anos. (…) A nova planta, batizada de Strychnos electri, pertence ao gênero de arbustos tropicais e árvores conhecidos por produzir a toxina estricnina. (…) Mas essas plantas também são da família das “asterídeas”, que inclui mais de 80 mil plantas floríferas – até mesmo muitas que são de consumo humano, como a batata, o café e o girassol”. Disponível em Cientistas descobrem flor ‘intacta’ em fóssil de 15 milhões de anos [16/02/2016] noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/bbc/2016/02/16/cientistas-descobrem-flor-intacta-em-fossil-de-15-milhoes-de-anos.htm acesso em 17/02/2016, a mesma matéria, com mesmo título Disponível em bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160216_flor_fossil_descoberta_fn.shtml?ocid=socialflow_twitter



______________________
NOTAS

1 Frase utilizada em certo mapa medieval. Era comum na cartografia medieval também a representação de dragões e criaturas sobrenaturais. No entanto, a frase também é utilizada por programadores. No Mozilla Firefox a frase aparece quando se digita “about:config” acessando o ambiente de programação do navegador. informação disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Hic_sunt_dracones↑.





Folha, detalhe. Foto de Euler Sandeville, 2009.








^ retornar ao início da página


espiral da sensibilidade e do conhecimento
uma proposta de Euler Sandeville Jr.







contato ↑
licença ↑